Combustíveis registraram alta média de preços na última semana

Com oneração do ICMS, combustíveis subiram de preços. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Na semana entre os dias 04 a 10 de fevereiro, todos os preços médios dos combustíveis subiram no Brasil — à exceção do gás natural veicular (GNV).

A partir da primeira semana de fevereiro houve o aumento de ICMS na gasolina, diesel e etanol. Além destes combustíveis, também se verifica aumento dos impostos sobre o gás de cozinha.

A decisão do aumento dos impostos sobre estes combustíveis ocorreu em outubro de 2023, através do Confaz, o Conselho Nacional de Política Fazendária. O Conselho reúne secretários de Fazenda dos estados, além do Ministério da Fazenda. O aumento da tributação é uma demanda estadual, em vista de alegada perda de arrecadação em políticas federais anteriores.

Assim, o maior aumento de preços ocorreu com o etanol hidratado, em 4,00%. O preço médio de  comercialização deste combustível é de R$ 3,55 no país. Em seguida, estão os aumentos  da gasolina  comum e  aditivada — as quais são comercializadas a R$ 5,75 e R$ 5,94/litro, respectivamente.

O óleo diesel comum e  S10 seguiram a tendência de alta e são comercializados a R$ 5,91 e R$ 5,98/litro, respectivamente.

Já o gás natural veicular (GNV) é o único combustível a registrar queda média na última semana, sendo comercializado a R$ 4,53/litro.

As informações são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, a ANP.

 

+

- Advertisement -

Últimas notícias